terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Indivíduo visivelmente embriagado bate o carro e ofende guardas municipais de Salto de Pirapora

Guardas municipais de Salto de Pirapora detiveram Robson Camargo Sidow, 27 anos, que conduzia um Gol prata, placa de Salto de Pirapora ERD 4490, logo após o Gol bater no Corsa BTG 2856 (Salto de Pirapora), estacionado na Rua João Leme dos Santos, Bairro Primavera. O acidente ocorreu no sábado à tarde (22/02).

Robson apresentou um quadro de visível estado de embriaguez: forte odor etílico, fala desconexa e andar cambaleante. Os guardas precisaram usar de força moderada para contê-lo, levando-o para o pronto-atendimento da Santa Casa local, porque Robson caiu e sofreu lesão na costa, mas ele recusou atendimento médico. Ao ser algemado por causa de sua agressividade na delegacia, Robson deu um show de ofensas, atrevimento e desrespeito aos guardas.


O delegado João Lúcio Pretti arbitrou fiança no valor de R$ 1.200,00. Policiais telefonaram para familiares de Robson, mas ninguém quis comparecer na delegacia para pagar a fiança e libertá-lo. 

No final da tarde Robson foi encaminhado para a cadeia transitória de São Roque; ele deitou no banco de concreto da delegacia para evitar que fosse levado para a viatura (observe a foto). No dia seguinte ele seria transferido ao Centro de Detenção Provisória de Sorocaba.

Ação em Salto de Pirapora para conscientizar sobre a importância do Disque-Denúncia

O Conselho Comunitário de Segurança, a Polícia Militar,  a Guarda Municipal e a Polícia Civil realizaram uma ação de caráter orientativo nos Bairros: Cachoeira, Teixeira e Daniel David Haddad, em Salto de Pirapora.

Os três bairros foram escolhidos porque são eles que concentram a maior incidência de crimes naquele município. 

A ação no sábado (22/02) distribuiu panfletos explicando a engrenagem contra o crime, formada pela sociedade, e o Estado por intermédio das Polícias.

 O Disque-Denúncia 181, que é uma ferramenta excelente para a população denunciar os criminosos, sem ter a identidade revelada.

Acidente na SP-264 deixa três feridos

Motorista do Palio invadiu a pista contrária - Adival B. Pinto
Uma colisão frontal entre dois automóveis na rodovia João Leme dos Santos (SP-264), que liga Sorocaba a Salto de Pirapora, na noite deste domingo (23), deixou três pessoas feridas levemente, segundo informações do Corpo de Bombeiros de Votorantim. O acidente aconteceu no km 104, em frente a um restaurante, onde há uma curva, local em que a Polícia Militar Rodoviária já registrou muitos acidentes fatais. As vítimas foram socorridas pela Unidade de Resgate e por uma ambulância do Samu no Pronto-Atendimento de Votorantim. 

O trânsito ficou lento até a chegada de policiais rodoviários. O acidente, que aconteceu por volta das 21h, envolveu um Fiat Palio e um Ford Versailles. De acordo com os soldados Maurício e Silveira, a motorista do Palio vinha sentido Salto de Pirapora e contou que teve a visão ofuscada por faróis de outros carros, perdeu o controle e invadiu a outra pista, atingindo frontalmente o Versailles. Sônia Penteriche dirigia o Palio, e Sérgio Pereira de Paula, o Versailles, tendo ao lado João Batista Pereira.



segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

Sob racionamento, moradores coletam água da chuva

Sem água nas torneiras, moradores de Itu captaram com baldes a enxurrada que corria pelo asfalto durante a chuva rápida que caiu na cidade, na noite desta quinta-feira (13). A cidade enfrenta um drástico racionamento de água há dez dias em razão do baixo nível dos reservatórios. 

Um morador do bairro Cidade Nova, que recebe água apenas duas vezes por semana, conseguiu encher dois tambores com 200 litros cada com água da enxurrada. "Estava há dias sem água, agora me garanto até o final da semana", disse. A casa tem 11 moradores e a água será usada para tudo, menos para beber, segundo ele. 

A chuva, acompanhada de rajadas de vento, causou estragos como a queda de árvores e muros, mas não aliviou a situação dos mananciais. De acordo com a concessionária do serviço de abastecimento, choveu apenas cinco milímetros. Em Salto, cidade vizinha, a prefeitura decretou situação de emergência e o racionamento pode ser adotado na segunda-feira, 17). 

Na mesma região, os prefeitos de Araçoiaba da Serra, Piedade e Salto de Pirapora se reuniram nesta sexta-feira, 14, para discutir a situação do Rio Pirapora, que abastece os três municípios, mas está com o nível baixo e contaminado por esgotos. Os municípios discutiram ações conjuntas de proteção ao manancial. 


Saiba Mais sobre o assunto clique aqui!

Fonte: Jornal Cruzeiro do Sul

Carro capota na rodovia SP-264

Um Corsa com três ocupantes bateu em um caminhão carreta e capotou no quilômetro 112 da rodovia João Leme dos Santos (SP-264), em Salto de Pirapora. O acidente ocorreu às 16h30 de ontem e as três pessoas foram socorridas com ferimentos leves. A rodovia não precisou ser interditada. 

Outro carro capotou na rodovia Archimedes Lamoglia (SP-75), em Itu, por volta das 23h de sexta-feira. Chovia nesse horário e no trecho do quilômetro 20 da SP-75 há pontos em que a água fica empoçada na lateral da pista, no sentido interior-capital.

Fonte: Jornal Cruzeiro do Sul

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Banhistas continuam a usar lagoa de pedreira proibida

Visitantes continuam frequentando a lagoa da pedreira desativada de Salto de Pirapora, mesmo após ser fechada para banhistas depois da morte de dois mergulhadores que vieram do ABC paulista, há quase dois anos. A área é privada e pertence à Votorantim Cimentos, que impediu a entrada de pessoas estranhas no local, como determinou o Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM) à época. Em uma via de acesso, foi colocada vigilância e, em outra, pedras que bloqueiam a entrada de carros. 

Segundo informações de pessoas que não quiseram se identificar e estavam nas proximidades do local, há muita movimentação de visitantes na pedreira após as 18h - horário em que o segurança vai embora -, e até mesmo de madrugada. Elas disseram que "ninguém respeita nada e pessoas continuam entrando". O mestre de obras José Vanderlei Vicente da Silva, 50 anos, confirma a informação. "Tem gente que vem, sim. Aproveitam a falta de fiscalização depois das 18h e nadam com o horário de verão." 

A informação também pôde ser confirmada através de um vídeo no site YouTube, no qual um indivíduo pula na água da pedreira no ano passado, data em que já era proibida a entrada de banhistas. A descrição do vídeo diz, inclusive, que "o salto foi realizado em 28 de outubro de 2013". Além disso, existem registros, no mesmo site, de mergulhadores filmando todo o percurso - quando ainda era permitido o mergulho. Neles, é possível visualizar vários carros jogados na pedreira, sendo então utilizada para desova de automóveis. 

A reportagem verificou a denúncia dos transeuntes sobre a falta de fiscalização após 18h e, de fato, a equipe do Cruzeiro do Sul conseguiu ter acesso à área na última terça-feira (04 de fevereiro), às 18h05, entrando sem ter nenhuma interdição. 

Entretanto, dia 31 de janeiro, a reportagem foi até o local por volta das 15h30 e deparou-se com o segurança Evandro Moisés de Lara, de 38 anos. Ele diz que ainda há pessoas indo à pedreira, e essa movimentação aumentou devido ao forte calor, principalmente aos finais de semana. Porém, são impedidas de entrarem na água pela vigilância. "A gente deixa olhar só. Nadar e tirar foto, não." 

O local está fora de operação há cerca de doze anos. A formação da lagoa iniciou quando era retirado o calcário, até que um lençol freático foi atingido e inundou o local. A profundidade da pedreira té de aproximadamente 90 metros. 

Votorantim Cimentos

Em nota, a assessoria da Votorantim Cimentos informa que "isola devidamente sua área de propriedade da Mina de Salto de Pirapora (SP). O isolamento é feito com cercas, portão e placas de sinalização. Além disso, a empresa mantém todos os dias, das 7h às 19h, uma vigilância patrimonial com objetivo de orientar banhistas e fotógrafos quanto à proibição de acesso e uso do local. A Votorantim Cimentos reitera seu compromisso com o bem estar da comunidade de Salto de Pirapora". 

Morte dos mergulhadores

Conforme noticiou o Cruzeiro do Sul à época, os dois mergulhadores, Rodrigo Garcia e Alessandro Varani, ambos com 29 anos de idade, eram amigos e entraram na pedreira no dia 10 de março de 2012. Os corpos foram resgatados dois dias depois a uma profundidade entre 70 e 80 metros, distantes cinco metros um do outro. Ao serem localizados, o cilindro usado por Alessandro ainda tinha uma reserva de ar, e o de Rodrigo estava vazio. O primeiro mergulhava já há três anos, e Rodrigo até então tinha feito apenas sete mergulhos. O laudo da perícia afirmou que os mergulhadores erraram no procedimento do uso dos equipamentos.

Fonte: Jornal Cruzeiro do Sul

quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

Motoristas do transporte urbano de Salto de Pirapora ainda estão em greve

Saiba mais sobre o assunto da greve do transporte público urbano e rural de Salto de Pirapora na reportagem do Noticidade da TV Sorocaba SBT

O trecho da matéria fica após 7 minutos de vídeo do noticiário.





quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

Polícia de Salto de Pirapora apreende revólver, espingarda e munições

Foto: Arquivo Adriano Vincler
Os policiais militares cabo Leite e o soldado Oliveira, após denúncia anônima se deslocaram até o Bairro Piraporinha, em Salto de Pirapora onde um indivíduo teria armas de fogo em sua residência, em contato com um indivíduo identificado como Antonio Ferreira Gomes, o mesmo autorizou a entrada na residência.

Após busca pelo local foram localizados 01 revólver calibre 32, 13 munições do mesmo calibre intactas e 03 estojos calibre 32 deflagrados, 01 espingarda calibre 22 e 45 munições do mesmo calibre.

Diante dos fatos, dados e parte conduzida à delegacia onde foi elaborado o boletim de ocorrência de posse ilegal de arma de fogo e munição, foi arbitrada a fiança no valor de R$ 800,00, depois de pagar a fiança, ele foi liberado. O fato aconteceu na segunda-feira (03/02).

Arquivo

Top 10 - Fatos e acontecimentos