Salto de Pirapora Notícias 2017

Salto de Pirapora Notícias 2017
Clique na imagem!

sexta-feira, 31 de maio de 2013

Agricultores de Piedade lutam contra instalação de pedreira na cidade

Moradores estão preocupados com o impacto ambiental.
MSX Mineradora informou que geraria 220 empregos em duas etapas.
Moradores do bairro agrícola temem que a
mineradora atrapalhe as lavouras. (Foto: Reprodução/Tv Tem)
Moradores de Piedade (SP) se mobilizam contra a implantação de uma pedreira na zona rural do município. A maior preocupação é com o impacto ambiental. Eles temem que a extração de granito acabe com a nascente do rio que abastece a região e principalmente as lavouras que mantém a economia da cidade.

A pedreira ocupa 135 hectares no bairro Piraporinha, na zona rural de Piedade. A empresa MSX Mineradora pretende fazer a extração de granito. A notícia preocupa os moradores da região. São 300 lavradores, pelos cálculos da comunidade. Aqui eles produzem principalmente folhosas, como alface, repolho e chicória.

A agricultura é a base da economia de piedade. Responde por 60% das atividades, de acordo com a prefeitura. O município, que foi a capital da cebola na década de 80, hoje se orgulha da diversidade agrícola com frutas, verduras, legumes e flores.

Mas, a notícia da instalação da pedreira em uma área até hoje explorada apenas pelas lavouras preocupa. Na região também está a nascente do Rio Pirapora, que abastece Piedade e outras cidades da região, além de fornecer água para os produtores locais.
Para a instalação da pedreira é preciso autorização do município. O caso está na Justiça. A empresa entrou com um pedido para a prefeitura se posicionar a respeito das atividades. A resposta do governo municipal foi desfavorável ao início da exploração, mas o assunto não está encerrado. A prefeitura pediu um estudo técnico ao Comitê de Bacia Hidrográfica do Rio Sorocaba e médio Tietê.

Enquanto isso, os moradores se mobilizam. Apesar de o bairro reunir 2 mil pessoas, um abaixo assinado que circula pela cidade conta com 7.500 mil assinaturas. O documento será entregue ao Ministério Público, Cetesb e órgãos de proteção ao meio ambiente.

Reuniões para discutir a questão são cada vez mais comuns na região onde a pedreira pode ser instalada. Moradores se articulam para defender a terra onde vivem e trabalham.

A bióloga Meirielen Caroline da Silva, moradora do bairro Piraporinha, é contra a instalação da pedreira. Segundo ela, em nome da preservação do meio ambiente. Paulo César da Silva é um dos inúmeros pequenos agricultores do bairro Piraporinha. Cultiva alface, salsa e coentro e teme pela instalação da pedreira.

Pedra Rolim é a mais velha moradora do bairro. Aos 74 anos e mesmo com dificuldades de se locomover faz questão de participar das reuniões para defender a terra onde nasceu e trabalhou.

Paralelamente ao processo na Justiça, no dia 24 de maio a prefeitura enviou à Câmara um projeto de lei que altera o zoneamento da cidade. Nele está a criação de uma área de proteção de mananciais. O local onde está a pedreira fica dentro de uma dessas áreas.

Em nota, a empresa MSX Mineradora informou que a extração de granito geraria R$ 300 mil em impostos para o município. Em contrapartida aos possíveis impactos ambientais, a mineradora oferece benefícios como o fornecimento de brita para a recuperação das estradas rurais e a construção de um centro médico no bairro do Piraporinha. A pedreira geraria 220 empregos em duas etapas.

A empresa também diz que a exploração não causaria prejuízo para as lavouras, já que a área é distante das outras propriedades. A mineradora afirma que a atividade não produz resíduos que possam contaminar o meio ambiente



Duas moradoras de Salto de Pirapora caem no golpe do falso sequestro


Casa Lotérica no Centro de Salto de Pirapora
No dia 27 de maio pela manhã, uma moradora de Salto de Pirapora atendeu uma ligação telefônica e ouviu a voz de uma pessoa que pedia socorro, depois outra pessoa disse que aquela voz era do filho da moradora que estava sequestrado e exigiu recarga em dois números de celulares: (21) 7568-4192 e 9896-8526.

O golpista exigiu que a mulher se dirigisse para à lotérica da cidade, e não desligasse o telefone, e ainda estipulou o resgate no valor de R$ 5 mil. A mulher fez duas recargas totalizando R$ 161,00. Para atender o restante da exigência, a mulher saiu de salto de Pirapora em direção à Crefisa em Votorantim e lá fez empréstimo no valor de R$ 1.300,00.

Ela depositou R$ 1.000,00 em uma conta da Caixa Econômica Federal e R$ 290,00 em outra conta do mesmo banco, e ainda transferiu de sua conta o valor de R$ 950,00 para uma conta do mesmo banco agência: 0205 e conta: 9206-5 em nome de Jamile de Jesus Silva.

Descobriu o golpe

Após essas operações financeiras, a mulher foi para sua casa e lá encontrou o filho que havia chegado da escola. Ela perdeu R$ 2.401,00 e procurou a polícia para reclamar que havia caído no golpe do falso sequestro.

A Polícia Civil contatou com o banco e ficou sabendo que o golpista ainda não havia sacado os R$ 290,00 e com isso a polícia contatou com a superintendência da Caixa Econômica Federal do Rio de Janeiro e conseguiu bloquear e recuperar os R$ 290,00.

O outro caso

No dia 28 do mesmo mês, outra mulher de Salto de Pirapora também caiu no golpe do falso sequestro e depositou R$ 1.000,00 em nome de Jamile de Jesus Silva, na Caixa Econômica Federal. A exigência foi de R$ 3.000,00, mas a mulher depositou o montante que tinha disponível naquele momento.

A maneira de agir dos golpista foi semelhante. As polícias de Salto de Pirapora dizem que recebem quase diariamente, reclamação de pessoas que recebem ligação de golpistas.

A orientação das polícias é que a pessoa desligue o telefone e faça imediatamente contato com o familiar citado pelo golpista, e se não conseguir contato com o familiar não atenda mais ligação até obter informação sobre o paradeiro do membro da família, e não deixe de procurar as forças policiais.

______________________________________________________
Clique aqui e veja a matéria de 2012


__________________________________________________________________________

quinta-feira, 23 de maio de 2013

Motoristas fazem acordo salarial em Votorantim e Sorocaba, SP

Segundo o sindicato, eles aprovaram o reajuste de 10,22%.
Entidade afirma que está descartada greve nas duas cidades.
Motoristas do transporte público de Sorocaba e Votorantim aceitaram a proposta de aumento (Foto: Divulgação)
Os motoristas e cobradores do transporte público de Sorocaba e Votorantim (SP) realizaram, na manhã desta quarta-feira (22), uma assembleia para negociação salarial.

Segundo o Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba e Região, os trabalhadores aprovaram por unanimidade o reajuste de 10,22% oferecido pelas empresas, além do valor para refeição, que  subiu de R$ 15 para R$ 16, valor diário.
Com o aumento, o salário inicial do motorista será de R$ 2,5 mil a partir de maio, e de R$ 2.535,00, em novembro. Também será reajustada a participação nos lucros e resultados de R$ 800 para R$ 900.

Outra assembleia foi realizada no início da noite desta quarta-feira para ter a participação de outro grupo de trabalhadores, que não participaram da reunião realizada no período da manhã. Eles também foram a favor da nova proposta.
Os reajustes aprovados nas assembleias atingirão mais de 1,8 mil trabalhadores, entre motoristas, agentes de bordo, mecânicos, funileiros e demais funções de apoio e manutenção, dos sistemas de transporte público urbano de Sorocaba e de Votorantim. Com a aceitação da proposta, está descartada a possibilidade de greve nas duas cidades.

Fonte: Do G1 Sorocaba e Jundiaí

Veja o vídeo com a reportagem aqui!


quarta-feira, 22 de maio de 2013

Furto de cabo deixa 2 mil pessoas sem telefone em Salto de Pirapora, SP

Problema aconteceu na segunda-feira (20).
Segundo a empresa de telefonia, serviço deve retornar até quarta-feira.
Uma tentativa de furto de cabos em uma das centrais de telefonia, em Salto de Pirapora (SP), deixou cerca de 2 mil assinantes sem o serviço desde a última segunda-feira (20).

Parte do problema já foi resolvido e, segundo a empresa, o sinal deve ser retomado até a noite desta quarta-feira (22).

Em nota, a assessoria de imprensa da Vivo, empresa responsável pela central, informou que os clientes prejudicados serão todos ressarcidos.

Fonte: Do G1 Sorocaba e Jundiaí

___________________________________________________________________






terça-feira, 21 de maio de 2013

Protesto na rede social Facebook - 1º Econtro de Artes Marciais na Praça em Salto de Pirapora

Foto: Jornal (Facebook) Saltônoface
No dia 18/05 foi promovido o 1º Encontro de Artes Marciais na Praça Central de Salto de Pirapora, onde o mesmo veio a servir como forma de protesto pelos atletas ali participantes, por um lado já algum tempo vem pedindo apoio as entidades competentes do setor de Esportes da cidade, ao qual não obteve êxito algum, sendo assim intitulado como na faixa que podemos ver na imagem, onde se descreve que a gestão atual não apoia e nunca apoiou nenhum órgão ligado a esportes da cidade, sendo que sabemos que o setor de esportes local se dispõe de verbas a serem preferencialmente usadas no esporte, seja ele qual for, afinal " esporte é esporte" .
 
Em uma entrevista dada ao jornal na rede social Facebook Saltônoface pelo atleta João Diniz, que em julho estará partindo juntos de outros atletas para China e Korea "COM VERBA PRÓPRIA". 

O atleta está atrás de um titulo tão sonhado e por competência também pelo quadro de títulos aqui no Brasil já adquirido com o tempo e experiência, ao qual o mesmo diz que foi buscar um apoio municipal protesto e discurso na Câmara de vereadores e nada foi resolvido, segundo ele informa, não é de interesse da prefeitura ajudar o esporte local, levar o nome da cidade para representar em outro País, para que possamos ser reconhecido em algo, tantos profissionais aqui temos em várias modalidades de esporte, que ficam no anonimato por falta de incentivo local, e ele questiona através de protesto e passeata pelas ruas da cidade, e em praça pública. "Onde esta indo essa verba destinada ao esporte?".

Com informações do jornal da rede social Facebook Saltônoface



Descrição do vídeo postado por João Diniz no You Tube:
Publicado em 21/05/2013
Sr. Prefeito agradecemos as palavras e promessas de apoio ao esporte que fez em sua campanha, conforme mostra vídeo, agora só esperamos que o senhor as cumpra.
Temos atletas de seleção Brasileira e de Mundial que precisam e esperam que suas promessas se realizem, além das outras modalidades e profissionais da área que esperam algo, do nosso Município, Obrigado Prefeito.


Discurso de João Diniz na Câmara Municipal
Publicado em 18/04/2013









João Diniz e as crianças na apresentação na Praça

João Diniz na apresentação na Praça

Flagrante por porte ilegal de arma, munição e tráfico de drogas, na periferia de Salto de Pirapora

Foto: Arquivo Blog Adriano Vincler
Os policiais militares sargento Marino, cabo Maicon e soldado Cruz se deslocaram até o Bairro São Manoel I, onde um indivíduo estaria vendendo uma arma de fogo, com base nas informações a equipe localizou a residência do mesmo, durante a abordagem o indivíduo foi identificado como Marcelo Estevão.

Durante revista em sua residência foram localizados 31 munições calibre 32, 06 munições calibre 22, 10 munições calibre 38, 10 cartuchos calibre 24, 05 cartuchos calibre 32, 10 munições calibre 380 e 01 garrucha calibre 22, ao ser indagado sobre a arma que estaria sendo vendida Marcelo informou que ela era de propriedade de um indivíduo chamado Willians Cruz.

Com base nas informações a equipe se deslocou até a residência do mesmo, foram localizados em sua casa 02 cartuchos calibre 38 deflagrados, 34 pedras de crack, 103 gramas de cocaína, 01 balança de precisão e R$ 750,00 em espécie, porém a arma não foi localizada, durante o atendimento da ocorrência a equipe foi informada que a arma estaria com dois indivíduos no Bairro Campo Largo, onde estariam fazendo a “segurança” de um ponto de tráfico de drogas.

A equipe efetuou a abordagem de dois indivíduos, os quais foram identificados como adolescentes, com eles foi localizado um revolver calibre 38 e 10 munições intactas do mesmo calibre. 

Diante dos fatos, dados e partes conduzidos á delegacia onde foi elaborado o boletim de ocorrência de tráfico de drogas, porte ilegal de arma e munição e ato infracional, os indivíduos permaneceram a disposição da justiça. A equipe foi informada por denúncia anônima; o fato aconteceu no final da noite de segunda-feira (20/05).
 
Fonte: Blog Toni Silva

Polícia de Salto de Pirapora encontra explosivos em plantação de eucalipto

Rodovia João Guimarães (SP-104)
O funcionário da empresa Fibria localizou explosivos escondidos dentro da plantação de eucalipto às margens da Estrada Municipal João Guimarães no Bairro Piraporinha, em Salto de Pirapora.

 Após localizar os explosivos o funcionário da empresa se dirigiu até à Polícia Militar e relatou o fato ocorrido na segunda-feira à tarde (20/05). Uma guarnição composta por soldado Elpídio e Ferri chegou no local e apreendeu duas dinamites e 46 cordões de detonador de três comprimentos.

 A polícia vai investigar o caso visando descobrir a procedência dos artefatos explosivos que podem ter sido subtraidos de alguma empresa próxima. Casos de matérias explosivos que foram subtraídos de empresas da região já foram registrados pela polícia da cidade.
 
Fonte: Blog Toni Silva

Boletim de Ocorrência Policial pela Internet - Delegacia Eletrônica

Boletim de Ocorrência Policial pela Internet – Departamento de Inteligência da Polícia Civil


Permite solicitar a elaboração de Boletins de Ocorrência Policial, pela Internet, relacionados a Ameaça, Crimes Contra a Honra (injúria, calúnia, difamação), Furto de Veículos, Desaparecimento de Pessoas, Encontro de Pessoas, Furto de Placas Automotivas, Furto e Perda de Documentos e Celulares e Acidentes de Trânsito sem Vítimas. Para outros tipos de ocorrência, a solicitação deve ser feita em um distrito policial. É possível também acompanhar o andamento da solicitação e conseguir o boletim para impressão diretamente no site, após o mesmo ter sido avaliado e aprovado.

A Delegacia Eletrônica de Polícia Civil do Estado de São Paulo foi criada pela Portaria DGP de 04/02/2000 e destina-se ao registro de alguns tipos de boletins de ocorrência pela internet.

Os tipos de ocorrência que podem ser registradas pela Delegacia Eletrônica estão no menu ao lado. Para outras ocorrências, o interessado deverá procurar pessoalmente a Delegacia de Polícia mais próxima do local onde ocorreu o fato ou da própria residência.

As investigações sobre crimes registrados em boletins eletrônicos são realizadas pelas delegacias de polícia das áreas ou municípios onde ocorreram os fatos.

sexta-feira, 17 de maio de 2013

Sessão Extraordinária na Câmara Municipal deixa vereadores com dúvidas sobre Projetos de Lei aprovados

A Sessão Extraordinária realizada na tarde desta quinta-feira 16/05, foram aprovados projetos enviados pelo Poder Executivo em caráter de urgência, entre eles o Projeto de Lei 011/2013 que abre Crédito Adicional Suplementar, destinado ao reajuste mensal do auxílio alimentação dos Servidores Públicos Municipais, [Existe um erro de redação no projeto original] para Aquisição de Imóvel e Construção de Escola no Bairro Santa Maria no valor de R$245.000,00, e o Projeto de Lei 014/2013 que abre Crédito Adicional Especial para Aquisição de terreno para construção de Creche no Bairro Campo Largo.
Vereadora Keli Ortiz (PDT) está de parabéns pelo belíssimo trabalho que vem desempenhando - Foto arquivo AV blog
A Vereadora Keli Ortiz questionou primeiro Projeto de Lei 011/2013, pois quando vereadora na Gestão anterior (ex-prefeito Joel Haddad) aprovou na Câmara Municipal juntamente com os outros vereadores a compra de um terreno no Jardim Alvorada (anexo ao bairro Santa Maria) para construção de uma escola, agora o Projeto de Lei aparece como Aquisição de Imóvel. “Então a prefeitura está adquirindo um novo imóvel ou terreno! E o que foi aprovado por nós vereadores na Gestão passada? Foi a Aquisição (compra) de um terreno no Jardim Alvorada para a construção de uma Escola, a redação do texto é muito confuso”, afirma a vereadora Keli Ortiz.

Veja mais fotos abaixo para entender melhor


A vereadora Keli Ortiz questionou também o projeto de Lei 014/2013 de Aquisição de Imóvel e construção de Creche no Bairro Campo Largo, sendo que na Gestão anterior (ex-prefeito Joel Haddad) os vereadores aprovaram a Aquisição (compra) de vários terrenos no Bairro Campo Largo exclusivos para construção de Creche e Escola, sem haver a necessidade do prefeito atual ter de dispor de recursos para a compra de imóveis, inclusive um terreno de grandes dimensões em frente a Prefeitura Municipal. “Sr. Presidente Francisco de Assis Henrique de Oliveira "Chico Padre" (PMDB) foi enviado a essa Casa de Leis o Memorial Descritivo desse terreno? Porque Eu não recebi! não sabemos a dimensão, tamanho, local e nenhuma outra informação sobre esse terreno, recebemos esse Projeto de última hora sem haver tempo para análise, obviamente que não posso votar contra um Projeto para melhorar a Educação e beneficiar as Mães que necessitam da Creche, só acho que precisamos ser melhor informados sobre o que acontece aqui” afirma a vereadora Keli Ortiz.
Nesse momento o vereador Izarildo M. Farrapo (PDT) vice-presidente da Câmara fala aos ouvidos do Presidente Francisco de Assis Henrique de Oliveira "Chico Padre" (PMDB) onde fica a localização do terreno e outras informações relativas as dimensões, ou seja só ele tinha posse das informações, pois sabia até aproximadamente quantos metros quadrados tinha o local. 
Vereador Alex Ferreira de Souza (PT) - Foto arquivo AV blog
O vereador Alex Ferreira de Souza argumenta que não se pode votar um Projeto de Lei como esse 014/2013 sem haver informações corretas do que se está aprovando, para um claro entendimento já que a Prefeitura dispõem de vários terrenos no Bairro Campo Largo para construção de Creche e Escola, precisamos tomar cuidado para não haver a especulação Imobiliária, porque a Prefeitura fazer a Aquisição, compra de um novo terreno? Sendo que já existem outros disponíveis no bairro, fica complicado a situação. Ele informa que antes de votar e aprovar não sabia da existencia dos terrenos da prefeitura já disponíveis no bairro, e fica insatisfeito pela omissão de informações. A maioria só ficou sabendo devido o questionamento da vereadora Keli Ortiz;
Toda a discussão gerada em torno dos Projetos de Leis aprovados foram devido a aprovação da Lei 014/2013 que autoriza o prefeito a Adquirir (comprar) um terreno localizado na rua Maria Almeida da Rosa, Vila Xavier, rua sem saída que fica no bairro Campo Largo, para a construção de Creche.




O prefeito envia esses projetos para serem votados na Câmara Municipal, e solicita que os vereadores votem a favor, pois no ponto de vista da população eles não aceitam que o vereador seja contra destinações de recursos (R$ dinheiro) para a Saúde e para a Educação, ou seja o vereador acaba sendo de certa forma “obrigado” a votar a favor dos Projetos que destinam verbas para esses setores. Existem um batalhão de pessoas nas ruas que quando o vereador vota contra uma verba destinada por exemplo a Santa Casa (Saúde), como foi o caso dos vereadores do PT na primeira Sessão Extraordinária em 30 de janeiro de 2013, que votaram contra pelo Projeto não ser transparente com dados e informações para quais setores e finalidades foi destinada as verbas, foi espalhado pelas ruas da cidade que os vereadores do PT eram contra destinação de verbas para a Santa Casa, para a Saúde, sendo que o motivo foi somente a falta de transparência e informação onde exatamente seria utilizado aquelas verbas (R$ dinheiro). Os vereadores não são contra a destinação de verbas, somente necessitam de uma prestação de contas para qual finalidade realmente será utilizado esses recursos, pois quem paga por ele é o contribuinte, a população da cidade, e muita das vezes sai muito caro.
Terreno no Jardim Daniel David Haddad

Terreno na Rua Espirito Santo - Jardim São Carlos

Terreno na Rua Espirito Santo - Jardim São Carlos

Terreno na Avenida em frente a Prefeitura

Terreno na Avenida em frente a Prefeitura

Terreno na Avenida em frente a Prefeitura

Terreno no Jardim Alvorada


Terreno no Jardim Alvorada
Obs: Não se trata de defender o Ex-prefeito Joel David Haddad, porém foi ele que Adquiriu os terrenos para construção de Escola e Creches nos bairros, além de obras em andamento que serão concluidas ainda este ano. Suas possíveis irregularidades cometidas na Prefeitura no período em que foi prefeito são de responsabilidade da Justiça julgar, não nós, apenas foram apontados indícios. Porém o que é certo é certo, aqui neste blog é mostrado indícios e o que é verdade, cabe a população acatar, aceitar ou não.

sexta-feira, 10 de maio de 2013

SP dará cartão de R$ 1.350 para financiar tratamento de usuário de crack

O governo de São Paulo vai pagar para que comunidades terapêuticas trabalhem com a reinserção de usuários de crack na sociedade. O valor será de R$ 1.350 ao mês por paciente
Governador do Estado de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB)

PSDB de São Paulo
O anúncio oficial do projeto deve ser feito na quinta-feira pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB). O programa está sendo tocado pelas secretarias de Desenvolvimento Social, Justiça e Saúde. O objetivo é ampliar a rede de atendimento aos viciados que já passaram por um período de desintoxicação em hospitais ou clínicas públicas e reduzir o índice de reincidência.

Nessas comunidades, os pacientes tratarão da abstinência, receberão qualificação profissional e vão se reaproximar de seus familiares e amigos.
"A ideia é preparar o ambiente para que ele possa viver longe das drogas e perto de suas famílias", afirmou o secretário de Desenvolvimento Social, Rodrigo Garcia.

O diferencial desse projeto é que cada paciente receberá uma espécie de cartão bancário que servirá para comprovar a prestação de serviço pela comunidade. O dinheiro não será entregue ao usuário, e sim ao centro que o tratar

Na primeira etapa devem ser distribuídos cerca de 3.000 cartões. Ainda neste mês, o governo deve lançar um edital para credenciar as comunidades que farão os atendimentos. A expectativa é que os primeiros pacientes comecem a receber o tratamento a partir de julho.

Fonte: Folha de S. Paulo


Arquivo

Top 10 - Fatos e acontecimentos