domingo, 21 de abril de 2013

Professores de Salto de Pirapora em destaque na mídia em protesto em São Paulo

Protesto de professores ocupa todas as faixas da avenida Paulista
Fotos: Uol notícias - Clique aqui!
Uma manifestação organizada por professores da rede estadual de São Paulo ocupa todas as faixas da avenida Paulista nos dois sentidos, segundo a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego). A concentração começou às 14h desta sexta-feira (19) no vão do Masp (Museu de Arte de São Paulo).

O protesto tem cerca de 5 mil pessoas, de acordo com um comandante da PM (Polícia Militar) presente no local. A CET já registra trânsito lento na região. O desvio para quem segue sentido Consolação é pela alameda Santos. Para quem vai para o Paraíso a orientação é pegar a São Carlos do Pinhão.
Fotos: Uol notícias - Veja todas as fotos - Clique aqui!
A manifestação é organizada pela Apeoesp (Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo). Os professores reivindicam reposição salarial de 36,74% e complementação do reajuste referente a 2012, o cumprimento da jornada extraclasse, o fim da remoção e da designação de professores das escolas de tempo integral, entre outras demandas.
Saiba mais informações e sobre o salário dos professores - Clique aqui!

quinta-feira, 18 de abril de 2013

Protesto na Câmara Municipal mobiliza sociedade de Salto de Pirapora


Requerimento que solicita a construção de uma nova pista de skate na cidade foi aprovado pelos vereadores
Com o objetivo de chamar a atenção da sociedade em relação ao descaso da prefeitura de Salto de Pirapora com o esporte e outros segmentos sociais, dezenas de pessoas estiveram presentes nesta terça-feira, 16 de abril, na Câmara de Vereadores, para serem ouvidas durante a sessão ordinária do Legislativo saltopiraporense.

O assunto relevante foi a construção de uma nova pista de skate, visando atender projetos sociais.

Os skatistas de Salto de Pirapora, estão dando um grande exemplo de cidadania. Após a intenção dos vereadores da Bancada do PT na Câmara Sergio Ventura (Siri do Gás), Donisete Antonio Correa Barbosa (Lilico) e Alex Ferreira de Souza (Professor Alex) de apresentar Requerimento que foi aprovado solicitando a construção de uma nova pista de skate adequada e profissional no intuito de ter um projeto social, os skatistas se uniram e conseguiram chamar atenção da população não só para a construção de uma nova pista de skate pública, mas mostrar que os praticantes de skate são cidadãos perseverantes que lutam pelos seus direitos, ao invés de ficar em casa reclamando.
Veja todas as fotos - Clique aqui!
Divulgado no Facebook, o protesto contou com o apoio de centenas de pessoas, que garantiram presença na Câmara. O plenário do Legislativo, segundo informa a assessoria, possui 50 lugares.

“Queremos o apoio da sociedade como um todo. Se mostrarmos a força desse movimento, poderemos futuramente conquistar vitórias para outros assuntos de grande importância, como a saúde e educação”, finaliza o vereador Donisete (Lilico).

Representantes da Guarda Mirim Municipal também estiveram presentes reivindicando um novo prédio para abrigar a sede da corporação, já que o local onde era utilizado pelos mesmos nas dependências da Câmara Municipal no primeiro andar e será utilizado futuramente o prédio inteiro pelo Legislativo, obrigando a mudança de lugar da Guarda Mirim e da Biblioteca Municipal.
O estopim para o protesto, segundo o vereador Professor Alex Souza, foi a manifestação do lutador de Kung Fu do nosso município João Diniz que vai representar Salto de Pirapora em campeonato na China, ele usou a palavra na Tribuna da Câmara para reivindicar melhorias em todas as modalidades do esporte.
Veja todas as fotos - Clique aqui!
João Diniz relata que apesar de faltar apoio para os atletas, a força de vontade que tenho de levar o nome de Salto de Pirapora na competição falou mais alto e delegação deu um exemplo de comprometimento, amor a camisa e honra ao representar o município no Campeonato de luta na China.

O trabalho desses guerreiros do esporte saltopiraporense serviu de exemplo para os demais municípios que o esporte é um caminho viável para promoverem a Integração dos adolescentes e jovens. Além disso, demonstraram que através do esporte podemos construir uma sociedade mais democrática e com menos desigualdade social. “A Prefeitura não cedeu nem mesmo o ônibus, isso seria o mínimo o que é muito pouco para nós que estamos representando o município nesse que é considerado um grande evento do esporte na China”.
 
Saiba mais sobre o assunto, clique no link abaixo: http://vereadoresptsaltodepirapora.blogspot.com.br/

domingo, 14 de abril de 2013

Rapaz é morto a tiros em Salto de Pirapora, SP

Polícia informou que vítima foi atingida por três disparos.
Crime está sendo investigado e ninguém foi preso.
Um rapaz de 22 anos foi morto a tiros na noite de sábado (13), no bairro Jardim Daniel Haddad, em Salto de Pirapora (SP). O crime foi na Rua José Rodriguez de Oliveira, por volta das 21h.

Segundo a Polícia Militar, a vítima foi atingida por três tiros. A polícia também informou que o rapaz tinha envolvimento com drogas, inclusive, com passagem pela Fundação Casa.

A polícia informou que ninguém foi preso e o caso segue sob observação.

terça-feira, 9 de abril de 2013

Moradores de Salto de Pirapora e Piedade reclamam da saúde pública

População espera meses para conseguir uma consulta.
Prefeituras dizem que é difícil encontrar médicos para atender pelo SUS.

Veja o vídeo - Clique aqui!
A saúde pública na região está em alerta. Quem precisa passar por um médico especialista, ou paga consulta, ou espera meses. Em Salto de Pirapora (SP) e Piedade (SP) a reclamação é a mesma e as resposta das prefeituras também: faltam médicos para trabalhar na rede pública.

A cada dois meses, Carlos precisa passar por consulta com um neurologista. Ele nasceu com hidrocefalia e desde bebê toma remédios controlados. Se fizer o tratamento levará uma vida normal. Mas, desde outubro do ano passado, não consegue marcar a consulta com o especialista no município de Piedade.

Carlos foi informado que para a especialidade de neurologia, a Central de Vagas em Sorocaba (SP) só tem disponibilizado apenas duas consultas por mês. Enquanto espera, outro médico faz a receita dos remédios.

Em Piedade, cerca de 14,5 mil pessoas são atendidas por mês no Sistema Único de Saúde (SUS). A população reclama da longa espera pelas consultas, que pode durar meses.

A secretaria de saúde afirma que 37 médicos atendem a população no município. São dez especialidades e os três programas especiais exigidos pelo Ministério da Saúde: da mulher, da criança e de hipertenção/diabetes. A secretária de saúde, Marli Rodrigues, assume que faltam especialistas na cidade.

Outra reclamação dos moradores é a condição das ambulâncias que levam os pacientes para outros municípios. Acompanhantes e doentes dividem um espaço pequeno, e alguns precisam ir sentados na maca, sem cinto de segurança.

A ambulância leva pacientes de Piedade para o município vizinho, Itu (SP), todos os dias. Os moradores vão buscar tratamento de hemodiálise.

Em Salto de Pirapora, a situação não é diferente. A população também reclama da falta de médicos e, principalmente, da demora para conseguir uma consulta com um especialista. O posto de saúde da família do Campo Largo, por exemplo, deveria ter dois médicos, mas hoje conta com apenas um. Maria Aparecida, de 65 anos, não consegue nem agendar consultas.

Por mês, os sete postos de saúde da família de Salto de Pirapora realizam em média 3 mil consultas. O município, de 40 mil habitantes, tem 27 médicos. A secretaria de saúde diz que é difícil encontrar profissionais interessados em trabalhar no SUS.

Enquanto os municípios tentam minimizar a burocracia das contratações de médicos e também organizar as vagas na central da região, os moradores sofrem.

A secretária de saúde de Salto de Pirapora disse que no caso do posto de saúde do Campo Largo, um profissional foi contratado e deve começar a trabalhar nesta quarta-feira (10).

Quanto à situação do transporte de pacientes em Piedade, a secretária da saúde informou que seis veículos estão sendo adquiridos. Mais uma ambulância, uma van, um ônibus e três carros.

Em Piedade o salário para médicos, em uma jornada de 96 horas mensais, contando com os benefícios, pode chegar a R$ 5.900. Para quem trabalha 110 horas por mês, o salário é de R$ 6.425. A prefeitura de Salto de Pirapora não informou o valor pago aos médicos.
 
População espera meses por consulta (Foto: Reprodução/TV TEM)

segunda-feira, 1 de abril de 2013

Por que Haddad merece aplausos por Pinheirinho 2

Por pouco não se repetiu a brutalidade de Pinheirinho 1.
A polícia já estava repetindo o que fizera em Pinheirinho

Algumas semanas atrás, escrevi um artigo sobre o excelente documentário do jovem alagoano Fabiano Amorim a respeito do deprimente caso de Pinheirinho.

Milhares de pessoas foram brutalmente desalojadas de suas casas num terreno pertencente à massa falida de um homem – Naji Nahas, frequentador das páginas policiais por golpes financeiros — que jamais fez nada ali.

Amorim, com razão, criticou a indefensável omissão do PT no episódio. Admistração com foco social jamais pode deixar uma coisa daquelas acontecer. É abjeto. É vergonhoso.

Veja também: Medo da volta de
Lula estampa grandes jornais
Agora, uma resposta animadora veio do prefeito de São Paulo, Fernando Haddad. Sua ação foi vital para que se evitasse um novo Pinheirinho, e isto tem que ser registrado e aplaudido.

Não é mais que a obrigação, é certo. Mas isto não foi feito em Pinheirinho. E o governador Alckmin não fez o óbvio, nem antes e nem agora. Vaias, portanto, para Alckmin e palmas para Haddad.

A polícia militar já estava prestes a repetir a operação de Pinheirinho, com luz verde de Alckmin, e em circunstâncias nebulosas, num terreno em São Paulo ao qual os moradores deram o nome de Pinheirinho 2 em homenagem a Pinheirinho.
Pinheirinho

Reproduzo abaixo um trecho de um artigo do UOL.

Segundo o presidente da Associação dos Moradores do Pinheirinho 2, Jean Carlos da Silva, a invasão foi autorizada pelo dono do terreno. “Ele e pessoas dele disseram a pessoas da associação que as pessoas poderia entrar, ocupar a área e que 15 dias após faria a negociação”, diz. Segundo Jean, o acordo é que lotes seriam vendidos por R$ 5 para R$ 7 mil. A associação acabou com o acordo semanas depois, quando o valor subir para até R$ 18 mil.

O dono do terreno, Heraclides Bataglia Camargo Filho, está sendo investigado. Existe a suspeita de que ele tenha estimulado a ocupação para receber depois o dinheiro da desapropriação.

Dava para impedir Pinheirinho e nada ocorreu. Dava para impedir Pinheirinho 2 e algo que se fez.

Avançamos.

Paulo Nogueira

Arquivo

Top 10 - Fatos e acontecimentos