Salto de Pirapora Notícias 2017

Salto de Pirapora Notícias 2017
Clique na imagem!

sábado, 30 de março de 2013

Moradores questionam falta de duplicação em rodovia em Sorocaba

Governo estadual diz, desde março de 2011, que duplicação será feita.
Obras serão retomadas em agosto deste ano, informa o governo.

Foto: Jota Abreu
Moradores do bairro Jardim Tatiana, entre Sorocaba (SP) e Votorantim (SP), aguardam há anos a duplicação da rodovia João Leme dos Santos (SP-264). Apesar do governo estadual ter se comprometido em executar as obras, o projeto ainda não saiu do papel.
Em alguns trechos não há acostamento e em outros, ele existe, mas é de terra. Além disso, como quase não há pontos para retorno, os motoristas improvisam. No local onde  há um condomínio residencial, o acesso feito entre as duas pistas permite que os motoristas possam virar à esquerda para entrar no local.
 
Veja a reportagem - Clique aqui!
Também é comum observar veículos cruzando a pista em pontos onde não há sinalização, além de ultrapassagens perigosas.
Segundo Reginaldo Lopes, um morador do bairro, muitas vezes é preciso esperar cerca de 20 minutos para conseguir atravessar. “É muito perigoso, eu atravesso rápido e com medo”, conta.
De acordo com os moradores, as passarelas são uma das antigas reivindicações de quem precisa passar pela via todos os dias. Em outubro de 2011, o governo do estado anunciou que essas benfeitorias começariam no segundo semestre de 2012, mas a obra ainda não começou.
A nova previsão é de que ela tenha início em agosto deste ano, segundo o governo do estado. O projeto prevê a duplicação de 17,5 quilômetros da rodovia, entre Salto de Pirapora (SP) e Sorocaba (SP). A obra inclui ainda a implantação de marginais e dispositivos de acesso. O orçamento inicial é de R$ 102 milhões.

segunda-feira, 25 de março de 2013

4º Passeio Ciclístico Adimax Pet e KLZ Bikes em Salto de Pirapora

Aconteceu domingo 24 de março o 4º Passeio Ciclístico Adimax Pet e KLZ Bikes em Salto de Pirapora, a concentração foi ás 7 Hrs da manhã com exercícios e alongamento para o início da atividade e teve largada 8 Hrs da manhã no estacionamento da Prefeitura, cerca de 300 ciclístas participaram, teve água mineral gratuito para os participantes e sorteio de brindes o percurso teve cerca de 10 km pelas ruas da cidade, o evento foi um incentivo para prática de esportes!!

Aconteceu também o GP Salto de Pirapora de Ciclismo com participantes profissionais de várias cidade da região.




sexta-feira, 22 de março de 2013

Prefeito embarga a Feirinha do Brás em Salto de Pirapora

A organização da Feirinha da Madrugada do Brás foi pega de surpresa na manhã desta sexta-feira (22). No dia para a abertura do evento, os organizadores foram informados do cancelamento do evento. A Feirinha da Madrugada do Brás estava marcada para acontecer no terreno de propriedade do ex-prefeito Joel Haddad, em uma área que fica na Avenida Pedro Pires de Mello e que seria dedicada integralmente ao evento.

Segundo os organizadores do evento os comerciantes da cidade fizeram o pedido para o prefeito Santelmo embargar a Feirinha, e o pedido para vistoria do Corpo de Bombeiros.

Segundo o fiscal da prefeitura falta o Alvará de funcionamento, se eles obterem o Alvará para o funcionamento da feira a mesma será liberada.

Segundo informações, o Corpo de Bombeiros fez a devida vistoria, interditando a Feira, prejudicando a realização do evento. A organização tomou as devidas providências legais e aguardaram uma breve solução para que a programação do evento fossem mantida.

Infelizmente não conseguiram resolver a situação e afirmaram os organizadores da Feirinha do Brás: Quem impediu o evento foi o Prefeito Santelmo, a pedido dos comerciantes da cidade.

Obs: Com informações dos organizadores do Evento e feirantes no local da Feirinha da Madrugada do Brás.
















sábado, 16 de março de 2013

A grande feirinha da madrugada do Brás estará em Salto de Pirapora

A famosa Feirinha da Madrugada começou na Rua 25 de março e migrou para a região do Brás. Estará em Salto de Pirapora nos dias 22, 23 e 24 de Março - Dás 09h ás 18h.
Há 10 anos acontece a Feirinha da Madrugada, antes na rua na região da Rua 25 de Março, centro de São Paulo, agora na região do Brás.

A Feirinha da Madrugada funciona de segunda a sábado das 3h00 às 10h00. Hoje a feirinha não está mais na rua, são vários bolsões (estacionamentos onde as bancas ficam) e shoppings da região que abrem nesse horário. Em alguns shoppings esse horário é estendido até o fim do horário comercial.

Diversos produtos são comercializados. Camisetas, lingeries, bonés, acessórios, perfumes e as famosas bolsas. Você pode conhecer alguns deles aqui no site, mas visitar a Feirinha da Madrugada é uma experiência inesquecível.

Diversos ambulantes, a maioria fabricantes, vende no atacado e varejo produtos a preços bem atraentes.

Diariamente é grande a concentração de pessoas na madrugada por lá, diversos ônibus do país inteiro trazem pessoas para a realização de suas compras. Pessoas de outros países. A viagem sempre compensa, pois tudo o que é vendido na feirinha é de boa aceitação, boa qualidade, sempre produtos da moda e com um preço pra lá de barato. Muitas pessoas engordam o orçamento da família comprando na Feirinha da Madrugada no Brás e revendendo em lojas ou para outras pessoas.

quarta-feira, 13 de março de 2013

Cruzeiro FM faz série sobre a rodovia SP-264

Volume de veículos cresceu e acidentes com morte são comuns.
Ligação entre Sorocaba e Salto de Pirapora, a rodovia João Leme dos Santos (SP-264) desenvolveu-se ao longo dos anos com a chegada de empresas, condomínios residenciais e a instalação do câmpus da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Esse crescimento trouxe como reflexo o aumento considerável do número de veículos que trafegam diariamente pela rodovia. Segundo dados do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), até 2011, a SP-264 recebia cerca de 15 mil veículos por dia. Hoje, já se fala em mais de 20 mil veículos circulando pela rodovia diariamente.

Apesar dessa movimentação, poucas adequações foram feitas, trazendo sérios problemas para os usuários. Assim começou ontem a série de reportagens especiais produzida pelo repórter André Fazano da rádio Cruzeiro FM (92,3 MHz) e veiculada no Jornal da Cruzeiro, transmitido ao vivo de segunda à sexta-feira, das 7h às 9h15. Hoje, mais um capítulo será veiculado, informando aos ouvintes os pontos mais críticos da rodovia. A série de reportagens sobre a SP-264 termina na próxima sexta-feira.

A João Leme dos Santos tornou-se perigosa e não comporta mais o volume de veículos. A rodovia não serve apenas para Sorocaba e Salto de Pirapora. Moradores de Piedade, Pilar do Sul e Votorantim também usam essa principal via de ligação à rodovia Raposo Tavares (SP-270). A boa notícia veio em abril de 2011, quando o governador Geraldo Alckmin (PSDB) anunciou a duplicação da SP-264. Só o projeto custaria R$ 1,5 milhão. As obras deveriam começar em agosto de 2012, porém foram adiadas. No final do ano houve novo adiamento. Somente no mês passado a população recebeu a garantia do governador de que as obras começarão em agosto de 2013, com previsão de serem concluídas em agosto de 2014.

Acidentes fatais na rodovia são comuns. No começo de fevereiro, uma mulher de 46 anos que prestava serviços domésticos em uma casa do condomínio Mont Blanc morreu atropelada por uma motocicleta. Não há condições seguras de travessia aos pedestres, não há faixas nem passarelas e os motoristas abusam da velocidade. De acordo com dados da Polícia Rodoviária, nos 31 primeiros dias do ano houve 21 acidentes no trecho da SP-264 entre a rodovia Raposo Tavares e a entrada da cidade de Salto de Pirapora. Nesses acidentes, a corporação apurou três vítimas feridas gravemente e outras 25 levemente.

Notícia publicada na edição de 12/03/2013 do Jornal Cruzeiro do Sul

Série de reportagens destaca problemas da rodovia SP-264

Em 2012, foram registrados 302 acidentes, com 108 feridos e 14 óbitos
O excesso de veículos, a imprudência e a falta de melhorias da rodovia João Leme dos Santos (SP-264), principal ligação de Sorocaba a Salto de Pirapora, tornaram a via uma das mais perigosas do Estado de São Paulo. Em 2012, a Polícia Militar Rodoviária (PMR) registrou 302 acidentes, com 108 pessoas feridas e 14 óbitos. Em 2011, o número de acidentes foi maior, porém, o número de mortes foi menor. De acordo com dados da PMR, 310 acidentes aconteceram ao longo daqueles 12 meses, sendo 122 com vítimas e, destes, cinco fatais. Atropelamentos e colisões são os acidentes mais comuns naquela rodovia e, segundo oficiais da PMR e do Corpo de Bombeiros, o número poderia ser menor se motoristas, motociclistas e pedestres observassem melhor as regras de conduta no trânsito. Esta foi a segunda reportagem especial da série produzida pelo repórter André Fazano e pelo operador de som Moacir Biazzy, da rádio Cruzeiro FM (92,3 MHz), e veiculada no Jornal da Cruzeiro, transmitido ao vivo, de segunda a sexta-feira, das 7h às 9h15. Hoje, mais um capítulo será veiculado, informando aos ouvintes qual o posicionamento de deputados e vereadores em relação às obras de duplicação divulgada pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB), em fevereiro deste ano.
Notícia publicada na edição de 13/03/2013 do Jornal Cruzeiro do Sul

Arquivo

Top 10 - Fatos e acontecimentos