Salto de Pirapora Notícias 2017

Salto de Pirapora Notícias 2017
Clique na imagem!

sábado, 30 de abril de 2011

Jornal Liberdade de Salto de Pirapora - Edição nº. 48 - Abril/Maio 2011

Jornal Liberdade - Edição Nº. 48 - Abril de 2011


Clique na imagem para ampliar o tamanho!

Clique na imagem para ampliar o tamanho!


Clique na imagem para ampliar o tamanho!

Clique na imagem para ampliar o tamanho!

Clique na imagem para ampliar o tamanho!

Clique na imagem para ampliar o tamanho!

Clique na imagem para ampliar o tamanho!






sexta-feira, 29 de abril de 2011

Patrimônio público do cidadão de Salto de Pirapora sofre abandono

Patrimônio do povo de Salto de Pirapora é abandonado ao relento
As carretinhas (trenzinhos) que são puchadas por um trator, que é utilizadas pelas creches e escolas da cidade de Salto de Pirapora para levar as crianças e alunos para passear pelas ruas do município, está abandonada.
Alunos da escola especial em passeio pela cidade
Hoje com a falta das carretinhas não se faz mais os costumeiros passeios com as crianças, tudo porque a Prefeitura Municipal de Salto de Pirapora resolveu emprestar as carretinhas (trenzinhos) para a Prefeitura da cidade de Pilar do Sul, para que fossem utilizadas no desfile cívico em comemoração ao aniversário da cidade que foi realizado no mês de Novembro de 2010. 
Porém, até a presente data de Abril de 2011, esse patrimônio do povo de Salto de Pirapora não foi devolvido e está abandonado pela Prefeitura de Pilar do Sul ao relento e exposto ao sol e a chuva no pátio do Centro Estudantil e Comunitário José Luiz de Moraes, no centro da cidade de Pilar do Sul, o local que possui um ginásio é utilizado para eventos esportivos e culturais.
Segundo informou a Vereadora Magali Canalle (PT) de Salto de Pirapora, que vai solicitar através de requerimento explicações da Prefeitura Municipal de Salto de Pirapora, o motivo do empréstimo, porque ainda não foi devolvido o patrimônio que foi pago com o dinheiro proveniente de impostos do cidadão saltopiraporense, e as documentações que comprovam essa transação ou favor ao município vizinho.   











   

quinta-feira, 28 de abril de 2011

Tráfico de drogas no bairro Campo Largo.

Salto de Pirapora

Em 27 de abril de 2011, por volta das 00h15min, policiais militares da 3ª Companhia do 40º BPM/I, no município de Salto de Pirapora, realizavam patrulhamento pela Rua Pedro Pires de Mello, Bairro Campo Largo, quando avistaram Vinicius Augusto Ortiz Moreira, 22 anos, saindo de um terreno baldio.


Durante revista pessoal no indivíduo, nada de ilícito foi encontrado, porém, durante buscas no terreno, a equipe localizou 78 pedras de crack e 13 porções de maconha, prontas para o tráfico.
Diante dos fatos, Vinícius foi levado preso em flagrante por tráfico de drogas, estando à disposição da Justiça.

Quem comete crime, está sujeito a pão de "angústia" e água de "amargura"!

Para Lula, mídia inventa crise, exagerando sobre inflação

Na abertura do 8º Congresso da Confederação Nacional dos Metalúrgicos (CNM-CUT), na quarta-feira (27), o presidente Lula foi recebido com o grito "olê, olê, olá, Lula, Lula"... e mostrou-se afiado no discurso e nas declarações:
Imprensa de "namorico" com Dilma para semear divergências
"Um setor da imprensa está de 'namorico' com o governo Dilma para causar divergência entre eu e ela... Não existe divergências, porque o dia que eu e ela discordarmos, ela está certa".
Contra noticiário terrorista, firmeza em Dilma e Mantega no controle da inflação
"Estão inventando inflação. Eu ontem vi um pronunciamento da Dilma e do Guido Mantega (ministro da Fazenda), e sinto toda a firmeza. Nós não vamos permitir que a inflação volte. Nós, não só eles; como consumidores somos responsáveis para que não volte", insistiu.
Fusão demo-tucana é que nem carrapicho
Peguntado, Lula evitou aprofundar sobre a possível fusão do DEMos com o PSDB, preferindo responder em tom de brincadeira, que ser de oposição é mais fácil de crescer, sem ter que gerar resultados no governo: - "Já fui oposição... é que nem carrapicho, cresce sem ninguém precisar plantar."
Ex-presidente tem que deixar o sucessor trabalhar... viu FHC?
Bem humorado, Lula brincou: "Ainda não 'desencarnei' (da Presidência) totalmente, como vocês podem ver. Não é uma tarefa fácil a 'desencarnação... Assumi compromisso com a Dilma de que é preciso manter o processo de 'desencarnação' para não comprometê-la".
Apesar disso, Lula declarou que seu gradual afastamento da presidência deveria servir de exemplo: "Queria ensinar a alguns ex-presidentes para que se mantenham como eu e deixem a Dilma exercer o mandato dela", provocou. A referência velada teve como alvo o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.
Nunca antes na história desse país...
Ele foi além nas críticas à oposição e foi ovacionado por isso. "O 'nunca antes na história deste país' era para provocar a oposição, porque eu sei o tanto que já falaram de mim, com discursos cheios de preconceito. (Eu) me determinei a provar que eu seria mais competente que eles para governar o país", orgulhou-se.
Valorização dos trabalhadores
O ex-presidente ressaltou ainda, em diversos momentos de seu discurso, a proximidade do governo com o movimento sindical. "Duvido que, na história da humanidade, tenha (havido) um governo que executou a democracia como o Brasil. Nunca houve tantas conferências sindicais. Em outros países, sindicalista é visto como inimigo do governo."
Governo para todos
Ele também celebrou o que considera ser uma ação de inclusão social implantada em seus dois mandatos e mantida na gestão de Dilma. "No Palácio do Planalto, que antes só recebia príncipes e banqueiros, agora continua recebendo príncipes e banqueiros, mas também os moradores de rua e deficientes físicos. É pra mostrar que eles podem entrar em uma igreja, num metrô ou num shopping center", disse.
Postura firme dos trabalhadores nas negociações com empresários
Dirigindo-se aos sindicalistas que participavam do evento, o ex-presidente cobrou postura firme dos representantes dos trabalhadores em negociações com empresários. "A conquista do respeito é a condição básica para ter respeito", disse. "Se você entrar numa mesa de negociação de cabeça baixa, sem se respeitar, nenhum empresário vai ter dó de vocês", recomendou.
Dedicação à África
Em relação a futuros compromissos, o ex-presidente revelou que, apesar de sentir vontade de "sair em caravana e reuniões com a CUT (Central Única dos Trabalhadores)", precisa ter autocontrole para não ter comprometimento político. "Vou me dedicar à África. A experiência brasileira pode ajudar o continente africano e este será o meu trabalho daqui pra frente", disse. (Com informações da Rede Brasil Atual)

PSDB é condenado em São Paulo

O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) suspendeu por oito meses os repasses das cotas do fundo partidário ao Diretório Estadual do PSDB. As contas do partido relativas ao exercício de 2007 foram reprovadas. O PSDB foi condenado a devolver ao fundo R$ 89.765,47 e ressarcir ao erário R$ 11.431,52.
By: Os Amigos do Presidente Lula


quarta-feira, 27 de abril de 2011


PSDB utiliza R$ 32 mil do Fundo Partidário para comprar ração animal

Depois da falta de exemplo do tucano Aécio Neves ao dirigir alcoolizado, com carteira de habilitação vencida, e negar-se a fazer o teste do bafômetro...
Depois de o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso pedir para o PSDB esquecer o povão e dar atenção apenas aos ricos...
O Partido do Senador Dirigindo Bêbado dá mais um exemplo para a nação brasileira...
Na Paraíba, o PSDB utilizou o dinheiro do fundo partidário para comprar... RAÇÃO PARA CACHORRO!
*************
PSDB da PB utiliza R$ 32 mil do Fundo Partidário para comprar, entre outras coisas, ração animal
“Não podemos apenas aplicar essa pena, pois o caso é grave”
A Corte do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) ficou surpresa na tarde desta terça-feira (26) ao analisar as contas do PSDB paraibano referente ao exercício financeiro de 2009. É que a direção estadual do PSDB paraibano utilizou R$ 32 mil do Fundo Partidário para, entre outras coisas, comprar ração animal.
Ao relatar o fato, o desembargador Genésio Gomes chegou a conclusão de que a verba tinha sido utilizada indevidamente já que o dinheiro do Fundo Partidário não pode ser utilizado para compra de produtos, como por exemplo ração.
No seu voto, o relator pediu a reprovação das contas e condenou o PSDB paraibano a devolver os R$ 32 mil ao Fundo Partidário de forma parcelada e também pela suspensão do repasse do dinheiro ao partido. Apesar de votar pela punição, o relator não informou quais foram as outras coisas adquiridas pelo partido, além da ração.
Na ocasião, a juíza Niliane Meira não concordou com o relator e disse que a pena estava muito branda pela gravidade do ocorrido e pediu vista para analisar melhor o caso. “Não podemos apenas aplicar essa pena, pois o caso é grave”, disse.
O caso da ração do PSDB deve voltar a pauta de julgamento no TRE na próxima terça-feira (3).

A demolição do PSDB

O autor francês Jean-Paul Sartre (1905-1980) dizia que um romance não se escreve com ideias, mas com palavras. No que possa ter de verdade, a frase se aplica também à política, com uma diferença: em sentido estrito, a arte de conquistar e conservar o poder se faz com palavras e atos. A analogia vem a propósito dos solavancos mais recentes - e decerto não derradeiros - que abalam o PSDB, a agremiação que não sabe, entre outras coisas, o que fazer com o robusto patrimônio de 43,7 milhões de votos obtidos por seu candidato na última eleição presidencial.
De um lado, o ex-presidente e tucano emérito Fernando Henrique viaja pelo mundo das ideias em busca de bases conceituais para reconstruir o papel de sua legenda e dos aliados oposicionistas, depois da sua terceira derrota consecutiva para o PT de Lula em um decênio. De outro lado, no rés do chão da política partidária, atulhado do que nela há de mais velho, banal e, ainda assim, dominante - os cálculos de conveniência das ambições e vendetas pessoais -, o também tucano Geraldo Alckmin, governador de São Paulo, toca a obra de demolição do enfermiço partido no seu berço e reduto mais consolidado.
Costumava-se dizer do seu correligionário José Serra que era uma figura politicamente desagregadora. Se foi, ou é, parece um aprendiz perto do rival que não se conforma até hoje com o apoio do outro ao afinal vitorioso concorrente do DEM, Gilberto Kassab, na eleição para prefeito da capital de 2008. Por conta disso e pelo aparente projeto de governar o Estado pela terceira vez, com um hiato entre 2007 e 2011, Alckmin se empenha em afirmar a hegemonia de seu grupo na seção paulista da legenda, tratando de confinar nas suas bordas os companheiros de diferentes lealdades.
Além disso - e aí já se trata dos prejuízos sofridos pelo interesse público -, deu de desmantelar políticas bem-sucedidas adotadas no interregno José Serra em áreas cruciais para a população, como educação e saúde. Chega a dar a impressão de querer apagar da história recente do Estado o período serrista. Essa política de demolição tem os seus custos, porém. Seis dos 13 membros da bancada do PSDB na Câmara de Vereadores paulistana deixaram o ninho na semana passada. E um tucano de primeira hora, o ex-deputado e secretário municipal de Esportes, Walter Feldman, acaba de fazer o mesmo.
Aqueles se guardaram de atribuir frontalmente ao governador a sua decisão. Mas este o acusou com todas as letras e argumentos ponderáveis. Argumentos que remetem à ascensão política do ex-prefeito de Pindamonhangaba pelas mãos de Mário Covas, de quem foi vice-governador e sucessor, depois de sua morte, e ao empenho de Alckmin em participar de todos os ciclos eleitorais da década passada: para governador, presidente, prefeito e novamente governador. Nem que para isso tivesse de implodir a aliança entre o PSDB e o DEM na citada eleição municipal de 2008. "Isso demonstra o seu apetite pelo poder", apontou Feldman. "Essa é a verdade."
A ironia é que, diante das baixas causadas pela iniciativa de Kassab de criar uma nova sigla, o PSD, o mesmo Alckmin que resistiu à parceria com o ex-PFL quando a agremiação tinha ainda razoável expressão política, agora, quando faz água, torna a recorrer aos seus quadros para recompor a equipe, depois de demitir o vice-governador e titular da estratégica Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Guilherme Afif, que resolveu acompanhar Kassab.
As fraturas no PSDB paulista ocorrem na pior hora e no pior lugar. Elas são um entrave para o soerguimento do partido, em sua dimensão nacional. Qualquer que seja o peso das ideias para o que Fernando Henrique chama "refazer caminhos", as palavras e os atos que constituem a essência da política dependem de líderes dotados de coerência e carisma para proferi-las e praticá-los com credibilidade - e a crise paulista revela políticos que não estão à altura da tarefa. Sem líderes não se fortifica um partido, muito menos se chega às urnas com chances efetivas de sair delas vitorioso. Os erros de Alckmin não só o enfraquecem no plano regional, como sufocam as aspirações tucanas na esfera nacional. Assim os brasileiros não terão uma alternativa viável para o projeto de poder do PT.

sábado, 23 de abril de 2011

Caminhão carreta bate e derruba poste no centro de Salto de Pirapora

Acidente ocorreu na manhã de sábado (23/04), na esquina do posto de combustíveis Girocar ao lado da Look Som e Acessórios.


Um caminhão carreta bateu no poste que caiu sobre uma residência, o acidente foi na rua Aníbal de Góes esquina com a rua Dorival de Barros Leite no centro de Salto de Pirapora.
O acidente ocorreu na manhã de sábado (23/04). O motorista destraido perdeu o controle do veículo ao fazer a curva e bateu no poste.
A residência e o estabelecimento comercial Look Som e Acessórios ficaram danificados com o impacto e tiveram prejuizos. Apesar da colisão, não houve feridos.


Clique na imagem para ampliar o tamanho








Fachada da Look Som e Acessórios com refletores antes de serem danificados

quinta-feira, 21 de abril de 2011

quarta-feira, 20 de abril de 2011

Desmentindo o "Jornal Tribuna" de Salto de Pirapora

O "jornal Tribuna" da edição de nº. 109, na página 03, de Abril de 2011, mostra a matéria do abaixo-assinado as manifestações e o descontentamento com a saúde no município.

Clique na imagem para ampliar o tamanho

Clique na imagem para ampliar o tamanho


Os membros do PT – Partido dos Trabalhadores de Salto de Pirapora participou do abaixo-assinado, e todos estão muito descontente com a situação do sistema de saúde do município, o partido não responde apenas por uma ou duas pessoas, o partido possui uma comissão executiva para se tomar decisões. Apenas não participou de reuniões políticas de outro partido ás portas fechadas, como fizeram os outros políticos.

O modo de governar desses políticos não é diferente do modo de governar do prefeito Joel Haddad, ao longo de muitos e muitos anos já mostrou deficiência e incompetência para a administração pública, o PT – Partidos dos Trabalhadores de Salto de Pirapora não compactua com determinadas atitudes voltada á  má administração pública. (No período de eleição é oposição “inimiga”, passada à eleição volta a ser amigos).

Porém o PT aderiu ao abaixo-assinado para melhorar o sistema de saúde da cidade de Salto de Pirapora, sem querer se aparecer ou tirar proveito de um momento muito delicado em nossa cidade, ou querer mostrar que estar junto com qualquer "um" já resolve os problemas da cidade.

O PT faz política com responsabilidade, não faz a politicagem costumeira, politicagem é mentir, enganar, iludir, prometer e não cumprir, querer tirar proveitos de situações. No PT - Partido dos Trabalhadores de Salto de Pirapora esses tipos de atitudes não faz parte da luta em pról de uma Salto de Pirapora melhor, com desenvolvimento e mais oportunidades para seu povo e sua comunidade.

Neste ano em que nosso partido comemora trinta e um anos de fundação vale uma reflexão sobre ao papel do PT na sociedade brasileira nesses anos.
Desde o início, nascido da luta dos trabalhadores metalúrgicos e de outros setores, o partido atuou decisivamente na organização e mobilização dos movimentos sociais e no movimento contra a ditadura e redemocratização do país.

Ao longo de todos esses anos, ampliou a participação no parlamento (hoje tem a maior bancada da Câmara dos Deputados) tanto nacionalmente, quanto em estados e municípios e também tem exercido o poder executivo onde avançou no conceito de orçamento participativo e no que chamamos modo petista de governar.

Em Salto de Pirapora fazemos Frente Democrática que é fundamental para uma democracia justa, não fazendo politicagem, participando de manifestações apenas para tirar proveitos políticos. A vocação do Partido dos Trabalhadores desde a sua origem, que reafirma então o compromisso com a organização e construção da cidadania.

Acreditamos que o modo petista de fazer política se consolida quando fazemos um movimento aberto e coletivo, em que todos podem dialogar, sugerir, propor e contribuir. Um movimento popular, de oposição, pro positivo e programático.

PT - Partido dos Trabalhadores de Salto de Pirapora

Veja o que foi proposto para Salto de Pirapora em 2008




terça-feira, 19 de abril de 2011

ISTO NÃO É LEGAL? Contratação do show dos Titãs na Festa do Peão de Boiadeiro de Salto de Pirapora em 2010 por R$95.000,00

Postado por Blog: ISTO NÃO É LEGAL?
http://isto-nao-e-legal.blogspot.com/2011/04/os-titas-na-festa-do-peao-de-pirapora.html

Os Titãs na Festa do Peão de Salto de Pirapora por R$95.000,00

Objeto: Show com a Banda Titas Contratante: PM Salto de Pirapora Contratada: Piaf Producoes Artisticas Eventos e Locacoes Ltda

Contrato nº 176 /2010 Valor R$ 95.000,00

Assinado em: 25-05-2010

EXTRATO DE CONTRATO

Modalidade: Inexigibilidade 05/2010


Objeto: Show com a Banda Titãs.
Contratante: PM Salto de Pirapora
Contratada: Piaf Produções Artísticas Eventos e Locações Ltda
Está no Diário Oficial do Estado, Executivo, Seção I, de 07/07/2010, Página 136.



http://www.jusbrasil.com.br/diarios/6345603/dosp-executivo-caderno-1-07-07-2010-pg-136

INFORMAÇÕES da Pg. 136. Executivo - Caderno 1. Diário Oficial do Estado de São Paulo (DOSP) de 07/07/2010

Objeto: Show com a Dupla Fernando & Sorocaba 
Contratante: PM Salto de Pirapora
Contratada: Piaf Producoes Artisticas Eventos e Locacoes Ltda


Contrato nº 177 /2010 Valor R$ 112.500,00

Assinado em: 25-05-2010

EXTRATO DE CONTRATO

Modalidade: Inexigibilidade 04/2010

Objeto: Show com a Banda Titas Contratante: PM Salto de Pirapora Contratada: Piaf Producoes Artisticas Eventos e Locacoes Ltda

Contrato nº 176 /2010 Valor R$ 95.000,00

Assinado em: 25-05-2010

EXTRATO DE CONTRATO

Modalidade: Inexigibilidade 05/2010

Objeto: Show com a dupla Ze Henrique & Gabriel 
Contratante: PM Salto de Pirapora 
Contratada: Piaf Producoes Artisticas Eventos e Locacoes Ltda

Contrato nº 175 /2010 Valor R$ 130.000,00

Assinado em: 25-05-2010

EXTRATO DE CONTRATO

Modalidade: Inexigibilidade 07/2010

Objeto: Show com Joao Luiz Correia & Grupo Campeirismo Contratante: PM Salto de Pirapora 
Contratada: J.L.Alves de Jesus e Cia Ltda 
Contrato nº 178 /2010 
Valor R$ 18.000,00 
Assinado em: 25-05-2010 
EXTRATO DE CONTRATO 
Modalidade: Inexigibilidade 08/2010

Objeto: Show com as Garotinhas de Ouro 
Contratante: PM Salto de Pirapora 
Contratada: Luiz Amando Hentz 
Contrato nº 171 /2010 
Valor R$ 5.350,00 
Assinado em: 19-05-2010

Obs: Não há necessidades de licitação para contratação de shows artísticos.
Sumário: 1 - Origem da palavra "Licitação". 2 - Conceito. 3 - Direito Comparado. 4 - Brasil - Obrigatoriedade da licitação. 5 - Excepcionalidades: dispensa e inexigibilidade de licitação – Distinção. 6 - Dispensa de licitação - casos mais utilizados. 7 - Casos de inexigibilidade de licitação mais usuais. 8 - Instrução dos processos de dispensa e de inexigibilidade de licitação. 9 - Responsabilidade dos administradores. 10 – Conclusão.

1 - Origem da palavra "Licitação"

Registram os etimologistas que o vocábulo licitação é originário do latim licitatio, a "venda por lances". É a atividade desenvolvida na formulação de lances. É o ato de licitar, na arrematação, hasta pública, visando a adjudicação.

2 – Conceito

Licitação é um procedimento administrativo formal que tem como escopo proporcionar à Administração uma aquisição, uma venda, ou uma prestação de serviços da forma mais vantajosa, respeitando-se os princípios constitucionais da legalidade, isonomia, impessoalidade, moralidade e publicidade.
A licitação visa a garantir a moralidade dos atos administrativos e dos procedimentos da Administração Pública, e também a valorização da livre iniciativa pela igualdade no oferecimento da oportunidade de prestar serviços, bem como de comprar ou vender ao Poder Público.

Veja a contratação do show dos Titãs com outros valores em R$ - Clique aqui!

segunda-feira, 21 de junho de 2010


Entrevista Sérgio Britto

Confiram essa entrevista exclusiva. Para ler no jornal, baixe o PDF clicando aqui.

Em entrevista exclusiva, Sérgio Britto dos Titãs afirma: “O show em Salto de Pirapora será inesquecível!”. 
Show na Festa do Peão de Boiadeiro que aconteceu em Junho de 2010.

Clique na imagem para ampliar o tamanho


Festa do Peão de Boiadeiro 2011 em Salto de Pirapora - Chitãozinho & Xororó por R$125 MIL

Está no Diário Oficial do Estado de 20/04/2011, Executivo I, Página 201.


PREFEITURA MUNICIPAL DE SALTO DE PIRAPORA

INEXIGIBILIDADE 04/2011

Mediante a justificativa de Inexigibilidade de Processo Licitatório para Contratação de Show com a Dupla João Neto e Frederico com valor de R$ 130.000,00 (cento e trinta mil reais), e conforme processo administrativo nº 798/2011, fica este dispensado.
Salto de Pirapora 15 de Abril de 2011.
Joel David Haddad – Prefeito Municipal.

INEXIGIBILIDADE 05/2011

Mediante a justificativa de Inexigibilidade de Processo Licitatório para Contratação de Show com a Banda Barra da Saia, com valor de R$ 57.000,00 (cinqüenta e sete mil reais), e conforme processo administrativo nº 799/2011, fica este dispensado.
Salto de Pirapora 15 de Abril de 2011.
Joel David Haddad – Prefeito Municipal.

INEXIGIBILIDADE 06/2011

Mediante a justificativa de Inexigibilidade de Processo Licitatório para Contratação de Show com a Dupla Chitãozinho e Xororó, com valor de R$ 125.120,00 (cento e vinte e cinco mil, cento e vinte reais), e conforme processo administrativo nº 850/2011, fica este dispensado.
Salto de Pirapora 13 de Abril de 2011.
Joel David Haddad – Prefeito Municipal

Rivais, Corinthians e Palmeiras se unem pelo meio ambiente

Goleiros Julio Cesar e Deola são padrinho de projeto que prevê a plantação de 50 mil árvores no interior paulista, na cidade de Salto de Pirapora.


Por Renato Cury - GloboEsporte.com


Rivais dentro de campo, Corinthians e Palmeiras se uniram fora dele. O time alviverde se juntou ao adversário no projeto "Jogando pelo Meio Ambiente". O intuito da união é promover a responsabilidade socioambiental e usar a rivalidade entre as duas equipes como incentivo no plantio de árvores. A iniciativa conta com o engajamento dos goleiros e embaixadores da causa Deola e Julio Cesar.

-Decidi participar por realmente acreditar na causa. Antes de sermos rivais, somos seres humanos, vivemos no mesmo ambiente e respiramos o mesmo ar. Espero que daqui para frente todos os clubes grandes de São Paulo possam participar também – opinou Julio Cesar, goleiro do Corinthians

- A causa é muito nobre. É evidente que o mundo precisa de mudanças drásticas. Acho que o plantio de árvores pode ajudar muito, por isso é importante a conscientização de todos – completou Deola, goleiro do Palmeiras.



Julio Cesar e Deola selam o acordo com um aperto de mãos (Foto: Renato Cury / Globoesporte.com)


A cada jogo do Corinthians ou do Palmeiras, 100 árvores são plantadas. O mesmo acontece com cada gol marcado por uma das duas equipes. No ano passado foram plantadas 23 mil árvores. E com o objetivo de aumentar esse número, outras regras foram criadas. A cada pênalti defendido pelos padrinhos Júlio Cesar ou Deola, outras 200 árvores serão plantadas. Caso alguma das duas equipes conquiste algum torneio, haverá um plantio bônus (1.000 árvores para o Campeonato Paulista e 3.000 para Copa Sul-Americana e Brasileirão).


A estimativa para esse ano é que o sítio localizado em Salto do Pirapora, interior de São Paulo, receba cerca de 50 mil novas mudas, o dobro de 2010. Para chegar a esse número, o goleiro do Palmeiras fez uma sugestão de última hora.


- Gol é legal de fazer, pegar pênalti também, mas o principal objetivo dos goleiros é sair de campo sem levar gols. Acho que poderiam plantar 100 árvores quando isso acontecer – sugeriu o goleiro, que teve sua proposta aceita.


E para aproveitar o tom de engajamento, mas sem esquecer a rivalidade, os goleiros combinaram que quem conseguir o menor número de plantio de árvores após o fim da temporada, fará uma doação de cestas básicas.


- Foi rolado o desafio, é uma briga saudável – disse Deola.


- A rivalidade continua, não tem jeito de sair – finalizou Julio Cesar


Clique aqui e veja o vídeo da matéria.

Clique aqui! Saiba mais sobre o terreno do Corinthians em Salto de Pirapora no bairro do Capão Redondo/Barra

Hospitais de Sorocaba são investigados

Relatório feito com dados do SUS mostra aumento de mortes em instituições psiquiátricas


16 de abril de 2011
José Maria Tomazela - O Estado de S.Paulo


Hospitais psiquiátricos privados da região de Sorocaba registraram 459 mortes de pacientes entre 2006 e 2009. O total de óbitos corresponde a um coeficiente de 16,5 mortes para cada 100 leitos - a média dos hospitais psiquiátricos públicos do Estado é de 6,5 mortes por 100 leitos, conforme estudo divulgado pelo Fórum da Luta Antimanicomial de Sorocaba (Flamas).

O levantamento foi feito com base no Banco de Dados do Sistema Único de Saúde (Datasus) e no Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM) do Ministério da Saúde. Além dos quatro hospitais de Sorocaba, foram incluídos dois de Salto de Pirapora e um de Piedade, cidades vizinhas do município.

O alto índice de mortalidade levou a Câmara de Sorocaba a criar uma comissão especial para apurar as condições dos internos e acompanhar o tratamento dado aos pacientes. A comissão começou ontem a ouvir os familiares de pacientes que morreram nos hospitais.

"Os dados mostram que nos hospitais psiquiátricos da região de Sorocaba, que são privados, mas atendem pelo SUS (Sistema Único de Saúde), morrem três vezes mais pacientes do que nos outros hospitais do Estado", disse o vereador Izídio de Brito, que preside a comissão.

Segundo ele, a precocidade das mortes também chamou a atenção. A média de idade dos pacientes mortos foi de 49 anos, porém mais de um quarto tinha entre 17 e 39 anos. Houve ainda um número elevado de mortes por causas desconhecidas ou assinaladas apenas como causadas por parada respiratória.

O estudo mostra ainda que o número de mortes praticamente dobrou nos meses frios, o que poderia indicar falta de cuidado. Em 13% dos casos as mortes foram causadas por pneumonia ou tuberculose, doenças tratáveis.

O estudo apurou que, num universo de 2.219 pacientes internados, 32% não tinham documentos. A média de internos sem documentos nos outros hospitais psiquiátricos do Estado é de 14%. Os hospitais da região de Sorocaba têm 2.792 leitos para doentes mentais, média de 2,33 para cada mil habitantes, a maior do Brasil. Na cidade de São Paulo, por exemplo, são 0,10 leitos por mil habitantes.

Trabalhos. A comissão vai ouvir ainda os diretores dos hospitais, o secretário de Saúde de Sorocaba, Milton Palma, e representantes do Ministério Público Estadual. De acordo com Brito, os trabalhos devem ser concluídos em 90 dias. O Conselho Regional de Medicina (CRM) em Sorocaba informou não ter recebido denúncia de familiares de pacientes sobre as questões apontadas pelo Flamas, que é formado por médicos e profissionais de saúde. De acordo com o delegado Wilson Campagnone, os hospitais são fiscalizados regularmente pelas Secretarias de Saúde do Estado e do município.

A prefeitura informou que equipes da Unidade de Avaliação e Controle e da coordenação do Serviço de Saúde Mental da Secretaria da Saúde de Sorocaba visitaram os hospitais psiquiátricos Vera Cruz, Teixeira Lima, Mental e Jardim das Acácias.

segunda-feira, 18 de abril de 2011

Acesso 104 da SP 79 - Salto de Pirapora


Publicado no “Jornal Liberdade” na edição de nº. 40 de Junho de 2010, na página 03.
A Rodovia João Guimarães mais conhecida como Rodovia do Minério (acesso 104 da SP79), que liga Salto de Pirapora á Piedade eVotorantim é muito utilizada por muitos caminhoneiros e pela Construtora Afonso que presta serviços para a Cimentos Votoran. Na época a própria empresa Afonso deslocou uma máquina Patrol para melhorar o acostamento de toda a estrada, já que o Estado ou Prefeitura não está presente para resolver os problemas das estradas municipais da região, sendo que recebem verbas do Governo Federal para melhorias na cidade e nas estradas, além de receber os impostos dessas empresas mineradoras que prestam serviços na cidade, e que não tiveram nenhum retorno e benefício através das estradas da região nos 16 anos de gestão do PSDB no Governo do Estado de São Paulo, os ex-governadores Mario Covas, Geraldo Alckmin e José Serra sempre foram omissos com a nossa região.
Veja as fotos abaixo

Tecnologia do cimento Portland é a mesma que é adotada nas obras do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) no Brasil.

“Precisamos melhorar as rodovias brasileiras porque às vezes se inaugura uma rodovia e, dois anos depois, já se tem que estar com uma operação tapa-buracos”, afirmou o ex-presidente Lula em Junho de 2010.

Quando se fala em custo-benefício, o concreto também oferece vantagens por sua durabilidade ultrapassar 30 anos, com mínima manutenção, o que influi diretamente na economia de despesas pelo Poder Público. De acordo com o Banco Mundial, cada dólar investido em uma estrada de concreto corresponde a uma economia de três dólares em custo operacional. Há casos de rodovias feitas em concreto, como a Teresópolis-Itaipava, no Rio de Janeiro, que mantém o mesmo pavimento há quase 50 anos.

O moderno sistema de pavimentação rígida de concreto confere à superfície maior conforto de rolamento e propicia menor distância de frenagem, colaborando para a diminuição do número de acidentes, além de permitir uma melhor visibilidade noturna, devido à cor clara da pista.

Informações da ABCP – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CIMENTO PORTLAND

Clique na imagem para ampliar

Fotos: Adriano Vincler - Junho de 2010
















Governador de São Paulo Geraldo Alckmin, José Serra! e FHC - Fernando Henrique Cardoso todos do (PSDB)




















Governador de São Paulo Geraldo Alckmin, José Serra! e FHC - Fernando Henrique Cardoso todos do (PSDB)













Fotos: Adriano Vincler - Junho de 2010



Fotos: Adriano Vincler - Junho de 2010
Fotos: Adriano Vincler - 11 de Junho de 2011


Fotos: Adriano Vincler - 11 de Junho de 2011





Fotos: Adriano Vincler - 11 de Junho de 2011




Fotos: Adriano Vincler - 11 de Junho de 2011
Governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB) - Nesses buracos dá até para jogar sinuca!

Fotos: Adriano Vincler - 11 de Junho de 2011


Fotos: Adriano Vincler - 11 de Junho de 2011


Fotos: Adriano Vincler - 11 de Junho de 2011



Governador de São Paulo Geraldo Alckmin, José Serra! e FHC - Fernando Henrique Cardoso todos do (PSDB)

Arquivo

Top 10 - Fatos e acontecimentos